Contos e Lendas: AFRODITE

1.10.04

AFRODITE
DESCONHEÇO O AUTOR
MITOLOGIA GREGA-ROMANA
MITOS E FOLCLORE
 
 
É a deusa por excelência do Olimpo, filha de Urano (da espuma que surgiu do que um dia foram atributos viris do deus, após a amputação sofrida nas mãos de Cronos) ou filha de Zeus e Dione, noutro mito anterior e menos sangrento do que o primeiro.
 
Nascida da espuma do mar (aphros). Cronos castrou o pai e atirou seus órgãos genitais no mar. deusa da Beleza e das Paixões Sexuais, que a todos seduz, humanos ou mortais; deusa que ama a alegria, que ri docemente ou em tom de zombaria de todos que se deixam conquistar por seus artifícios; a deusa
irresistível, que priva até os mais sábios de toda sua perspicácia.
 
Por vezes, costuma ser mostrada como traiçoeira e má, exercendo sobre os homens um poder destrutivo e mortal. Zeus exige que Afrodite case e arruma
um marido, Hefesto, deus-ferreiro, o mais feio dos imortais. Afrodite pode ser considerada a deusa dos infiéis: teve vários casos. Com Ares, o deus da guerra, teve Harmonia e Eros. Com Dionísio, teve: Hermes, Hermafrodito e Príapo. Até os mortais não escaparam, com Anquises, teve: Enéias, e Adônis, um belo semi-deus.
 
Na lenda de Homero, ela é dita como sendo a filha de Zeus e Dione, uma de suas consortes, mas na Teogonia de Hesíodo, ela é descrita como nascida da espuma do mar e, etimologicamente, seu nome quer dizer "erguida da espuma."
 
De acordo com Homero, Afrodite é a esposa de Hefaístos, o deus das artes manuais. Seus amantes incluem Ares, deus da guerra, que posteriormente foi representado como seu marido.
 
Era a rival de Perséfone, rainha do mundo subterrâneo, pelo o amor do belo jovem Adônis. Talvez a lenda mais famosa sobre Afrodite diga respeito à causa da Guerra de Tróia. Eris, a personificação da discórdia - a única deusa que não foi convidada ao casamento de Peleu e da ninfa Tétis - ressentida com os deuses, arremessou uma maçã dourada no corredor onde se realizava o banquete, sendo que na fruta estavam gravadas as palavras "à mais bela."
 
Quando Zeus se recusou a julgar entre Hera, Atena, e Afrodite, as três deusas que reivindicaram a maçã, elas pediram à Páris, príncipe de Tróia, para fazer a premiação. Cada deusa ofereceu à Paris um suborno: Hera, prometeu-lhe que seria um poderoso governante; Atena, que ele alcançaria grande fama militar; e Afrodite, que ele teria a mulher humana mais linda do mundo. Páris declarou Afrodite como a mais bela e escolheu como prêmio Helena, a esposa do rei grego Menelau.
 
- Planta: murta, anêmona, benjoim, candelária, crocos, margarida, jacinto, mandrágora, manjerona, salsa, raiz de íris, pervinca, rosa, violeta.
 
- Animal: pomba, pardal e o cisne.

"O sopro do vento oeste a transportou".
Sobre as ondas fragorosas do mar,
Tirando-a da delicada espuma a levou
Para Chipre, sua ilha envolta em ondas.
E as Horas, com suas grinaldas de ouro,
Receberam-na cheias de júbilo.
Envolveram-na em uma indumentária imortal
E a conduziram à presença dos deuses.
Ao verem-na, todos se maravilharam.
Com Citérea coroada de violetas."